MP-RJ investiga cunho pornográfico de músicas do Bonde das Maravilhas

18 maio 2013 | 12:08 |
0 comentário

000000Músicas e coreografias do Bonde das Maravilhas estão na mira do MP (Foto: Priscilla Souza/G1)

 

O Ministério Público do Rio (MP-RJ) instaurou procedimento administrativo para apurar músicas e coreografias do Bonde das Maravilhas, formado por cinco jovens – três delas menores de idade. A investigação foi motivada por uma denúncia do Conselho Tutelar de São Fidélis, no Norte Fluminense, que, após um show do grupo na cidade, enviou representação ao MP-RJ.

De acordo com a promotora Flavia Da Marra Xavier Reis, da 1ª Promotoria da Infância e Juventude de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, está sendo apurada eventual violação aos artigos 17 e 18 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que garantem à criança e ao adolescente o direito à preservação da imagem e o direito de não terem sua imagem explorada de qualquer forma, como em espetáculos e vídeos postados na internet.

Ainda segundo Flavia Reis, está sendo investigado também o eventual cunho pornográfico das coreografias filmadas e postadas na web.

“Já se sabe que as adolescentes estão fora da escola, o que pode levar à responsabilização dos genitores”, informou a promotora por meio de nota.

Denúncia
Integrantes do Conselho Tutelar de São Fidélis estiveram em um show do Bonde das Maravilhas, em abril de 2012, após serem chamados por moradores. Segundo o presidente do conselho, Vitor Altino, as meninas cantavam músicas que fazem apologia ao sexo, e também havia menores assistindo à apresentação. Ele disse ainda que chegou a falar com a mãe de duas integrantes do grupo, que são irmãs.

“A mãe estava no local do evento e disse que não tinha nada demais. Quando elas começaram a cantar [letras pornográficas], ela disse que não sabia que cantavam isso”, afirmou Vitor Altino.

Bonde das Maravilhas de ‘cara nova’
O grupo de funk , formado por cinco jovens de Niterói virou sucesso na internet  este ano, com a música “Aquecimento das Maravilhas”, que ensina a fazer um passo de dança batizado de “quadradinho de 8”.

Apenas Katlyn é maior de idade: tem 20 anos.  A vocalista Thaysa tem 16 anos, e as “Irmãs Metralha”, como são chamadas Rafaela e Renata Maciel, têm 16 e 13, respectivamente, e Karoliny tem 17.

O empresário do grupo, Henrique Milão, atribui a denúncia a “pessoas incomodadas com o sucesso” das meninas. Segundo ele, a polêmica deve ser encerrada em breve porque o perfil do Bonde das Maravilhas vai mudar. Mantendo o ritmo de funk, as meninas vão lançar duas músicas voltadas para as crianças: “Abededário das Maravilhas” e “Ginástica das Maravilhas”.

“Foram falar que as meninas faziam show pornográfico, o que não é verdade, e o Ministério Público chamou as mães e eu. Nós mostramos, inclusive, um vídeo para a promotora. Não tem nada disso. De qualquer forma, nós vamos lançar em junho músicas para as crianças porque o público infantil aumentou muito”, disse Henrique Milão.

 

Fonte: G1

Assista ao vídeo:

MP-RJ investiga cunho pornográfico de músicas do Bonde das Maravilhas

Comente com sua conta no facebook

Se não tiver facebook comente aqui.

Para: MP-RJ investiga cunho pornográfico de músicas do Bonde das Maravilhas


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.