Chip de baixo custo pode deixar a água do mar própria para consumo

31 jul 2013 | 13:52 |
0 comentário

agua_chipUma parceria entre pesquisadores da Universidade do Texas em Austin, nos EUA, e da Universidade de Marburg, na Alemanha, deu origem a um novo método de dessalinização da água do mar. Ao preencher um chip plástico com o líquido, é possível separar os sais por meio de uma pequena carga elétrica. Com a nova tecnologia, ficará mais fácil aumentar a oferta de água potável por meio de um dispositivo simples, portátil e com baixo custo de operação.

Durante as experiências, os cientistas expuseram o chip preenchido com água do mar a um campo elétrico, que separou os sais e outras propriedades encontradas no líquido. No estudo, foi aplicada apenas uma carga de três volts de eletricidade, fazendo com que as propriedades da água do mar ficassem retidas em uma parte da estrutura do chip. O dispositivo tem um microcanal com duas ramificações: quando estas partes se unem, um eletrodo neutraliza alguns dos íons de cloreto presentes na água, criando uma zona de redução de íons, cujo campo elétrico é maior que no restante do chip.

De acordo com os pesquisadores, o dispositivo consegue filtrar a água do mar a uma velocidade de um nano litro por vez – mas, como o método demanda baixos custos e quase nenhum impacto ambiental, a técnica torna-se viável para ser aplicada depois de seu aprimoramento. A equipe que criou o chip diz que, atualmente, o processo consegue retirar apenas 25% dos sais marinhos, mas afirma que esforços vêm sendo realizados para que o dispositivo consiga remover até 99% do sal, o suficiente para atingir o nível de água própria para consumo.

A escassez de água potável é um dos problemas ambientais mais preocupantes no planeta: segundo um estudo publicado em 2012, cerca de 800 milhões de pessoas não têm acesso ao recurso. Além disso, a ONU alerta que quase metade da população mundial pode sofrer com a falta de água potável até 2030, principalmente nos países em desenvolvimento, como a China e a índia, além das localidades extremamente carentes do continente africano. Com informações do Treehugger.

Redação CicloVivo

Chip de baixo custo pode deixar a água do mar própria para consumo

Comente com sua conta no facebook

Se não tiver facebook comente aqui.

Para: Chip de baixo custo pode deixar a água do mar própria para consumo


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.