Caso da jovem grávida que morreu após comer bombom envenenado – Tem repercussão nacional

5 out 2013 | 00:25 |
0 comentário

00022O agricultor Jobson Tavares da Silva, o “Jobinho” suspeito de ser o responsável pelo bombom envenenado que causou a morte da estudante Daiane Conceição dos Santos, 21, se apresentou ontem de manhã na Delegacia de Polícia de Carira (Agreste) e prestou depoimento, acompanhado por um advogado. O acusado negou ter sido o autor do crime e também negou ter tido contato recente com a vítima. Mesmo com a negativa, Jobson foi indiciado no final da tarde pelo delegado Paulo José Barbosa, que concluiu o inquérito e deve entregá-lo à Justiça da comarca local até próxima terça-feira.

Daiane morava no povoado Lagoa Verde e morreu horas depois de comer um bombom recheado com um veneno contra ratos. Segundo o relato dos parentes, ela voltou da rua mostrando um chocolate que ganhou do namorado e comeu-o em seu quarto, mas depois começou a queixar-se de dores fortes no estômago e a espumar. A gestante chegou a ser levada pata o Hospital Regional Pedro Garcia Moreno, em Itabaiana, mas não resistiu. Os parentes acreditam que o crime teria acontecido porque o rapaz não aceitava a gravidez dela e exigia que ela abortasse.

Sem dar mais detalhes, Barbosa confirmou que o acusado procurou desmentir, em seu depoimento, as acusações da família da vítima, que o aponta como suspeito de ter entregado o chocolate para Daiane na noite de quarta-feira. Jobson admitiu que já teve um envolvimento com a jovem no passado, mas perdeu o contato com ela depois de ter casado com outra mulher. O lavrador também negou que teria exigido que a vítima fizesse um aborto – ela estava grávida de três meses. Outras cinco pessoas, entre vizinhos e parentes de Daiane, foram ouvidos igualmente pelo delegado.

O delegado informou que “Jobinho” continuará respondendo ao processo em liberdade e que caberá ao Ministério Público decidir se pedirá ou não a prisão dele à Justiça. O suspeito será processado por homicídio duplamente qualificado. Mesmo com o indiciamento, ainda é aguardado o resultado dos exames periciais e toxicológicos pedidos por Barbosa aos institutos Medico-Legal (IML) e de Criminalística, os quais atestarão se a morte de Daiane foi mesmo causada por envenenamento.

Link: http://videos.r7.com/jovem-gravida-morre-apos-comer-bombom-envenenado-oferecido-pelo-namorado/idmedia/524f348f0cf219800e723c0a.html

Caso da jovem grávida que morreu após comer bombom envenenado – Tem repercussão nacional

Comente com sua conta no facebook

Se não tiver facebook comente aqui.

Para: Caso da jovem grávida que morreu após comer bombom envenenado – Tem repercussão nacional


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.